Fibra de Vidro
 
O que é?
 
fibra-de-vidroA fibra de vidro é um material basicamente composto de finíssimos filamentos de vidro, cobertos por resina (geralmente poliéster) e endurecido por meio de um catalisador de polimerização. Devido à grande resistência, fácil modelagem e baixa densidade, possui várias aplicações práticas, de amadoras a industriais. Fibra de vidro é o nome mais usual dos compostos, mas a definição correta é Polímero Reforçado com Fibra de Vidro (PRFV). O polímero é considerado um material compósito, onde são empregados mais de um tipo de matéria-prima, com o fim de aumentar a durabilidade do material.

O fiberglass, como é chamado em inglês, é disponibilizado para a venda em forma de mantas prensadas, tecidos trançados, fitas ou cordéis, sendo sempre necessárias as aplicações de resina e catalisadores, para a maior resistência e conservação dos artefatos.
 
Origem

Na década de 1940, foi descoberta acidentalmente a aplicação do plástico reforçado com fibra de vidro. Pesquisadores derramaram, sem perceber, resina poliéster em uma amostra de fibra de vidro, que no dia seguinte, mostrou bastante resistência. Depois de alguns testes, ficou comprovado que o material poderia ser bastante útil, graças às várias propriedades, como resistência, leveza e durabilidade.
 
Desde então, ele é aplicado em diversos segmentos caseiros e industriais. Mas, mesmo antes do acontecimento, o reforço de materiais tem longo histórico.
 
Povos antigos perceberam que, ao colocar palha na argila para a construção de casas, poderiam reforçar as estruturas que somente com argila ficavam vulneráveis à tensões. Mais tarde, a lava vulcânica foi utilizada para unir os tijolos das casas, como uma espécie de cimento.
 
O concreto armado também é um exemplo de reforço de materiais. Graças a ele, se tornaram possíveis construções grandiosas e modernas, à partir do século XX.
 
Vantagens da Fibra de Vidro
 
A opção por fibra de vidro, em substituição a outros materiais, é possível graças às vantagens da matéria-prima. Em muitas ocasiões, o fiberglass pode substituir metais e outros materiais, graças a algumas características:

  • Resistência a tensões, agentes químicos e apodrecimento: A fibra de vidro possui resistência específica mais alta (resistência à tensão/massa volumétrica) do que a do aço. Além disso, pode ser exposta a diferentes compostos químicos, sem danos à estrutura do material. Não deteriora e não apodrece, nem sofre ataques de insetos e roedores;
  • Leveza: Muitos materiais com resistência equivalente à da fibra de vidro são muito mais pesados, o que dá grande vantagem aos compostos feitos com filamento de vidro;
  • Reciclagem: pode ser reciclada, assim como termoplásticos. Aquecidos a certa temperatura, os artefatos feitos com fibra de vidro derretem e podem ser moldados novamente;
  • Higiene: baixa acumulação de sujeira e fácil limpeza;
  • Versatilidade: é empregada em muitas situações e em diferentes segmentos, amadores ou industriais;
  • Baixo custo: a fabricação da fibra de vidro tem preço acessível, o que possibilita aplicações caseiras, sempre sem muitos custos;
  • Incombustibilidade: é um material mineral; portanto, invulnerável às chamas e, exposto a altas temperaturas, não expele gases tóxicos nem fumaça;
  • boteCapacidade de isolamento: é largamente utilizado em compostos elétricos por não conduzir carga, mesmo em pequenas espessuras, além de possuir a facilidade de isolamento térmico, pois não propaga calor;
  • Flexibilidade: maleabilidade e moldagem simples, possibilitando a fabricação de artefatos com uma grande variedade de formatos e funções.